O QUE SÃO MÉTRICAS DE VAIDADE E COMO FUGIR DELAS

Ter presença nas redes sociais é algo cada vez mais importante para ampliar seu alcance. Porém, mais do que estar presente nas redes, é necessário ter seus objetivos bem definidos e criar estratégias para chegar até eles.

A melhor maneira de descobrir se a sua estratégia tem trazido sucesso para os seus negócios é através de métricas adequadas ao seu segmento.

Pensando nisso, as métricas de vaidade são aquelas que trazem informações que não auxiliam na tomada de decisão. Ou seja, elas são coletadas e acompanhadas por profissionais, mas não fazem parte do processo de planejamento de novas ações.

Isso não quer dizer que você irá ignorar essas métricas, mas ao defini-las como “métricas de vaidade” você não precisará investir tanto ou usá-las para calcular a saúde do seu negócio.

QUAIS SÃO AS MÉTRICAS DE VAIDADE

Não existem métricas de vaidade fixas, pois tudo irá depender de qual é o seu objetivo ao patrocinar um post ou estabelecer uma estratégia.

O que pode mudar é que algumas métricas de vaidade têm seu valor, mas não devem ser um objetivo central em seus investimentos ou ser consideradas KPIs do seu projeto.

Podemos citar como exemplos:

  • Likes e reações
  • Downloads
  • Cliques
  • Compartilhamentos
  • Taxa de rejeição
  • Seguidores
  • Visualizações por página

AS MÉTRICAS QUE IMPORTAM NO MARKETING DIGITAL

Entre as principais métricas que você deve levar em consideração para as suas estratégias estão aquelas que entram no cálculo do ROI, mudando de acordo com os seus objetivos.

Conversão de campanhas: Uma métrica básica é a taxa de conversão de campanhas. Ela ajuda a definir quantos usuários, entre todo o tráfego, estão completando a ação que você deseja estimular. Lembrando que nem sempre a conversão está ligada a vendas.

Conversões ao longo do funil: Quando alguém se cadastra em uma landing page para ter acesso a um material rico, ele já está em seu funil de vendas. A partir de então você deve acompanhá-lo e fornecer novos conteúdos, registrando em qual etapa do funil ele está e verificando em qual momento ele irá converter. Para isso, é importante ter estratégias de atração, conversão e retenção.

LTV: derivado do inglês “Lifetime Value”, essa métrica define o quanto o lead (ou cliente) vale para você. Se esse cliente converte cerca de R$ 100 por mês, comprando por um ano, seu LTV é de R$ 1.200. Apesar de ser mais comum para assinaturas, ela não é exclusiva desses serviços. Ela pode ser aplicada na retenção de clientes, pois isso pode ser mais econômico e lucrativo do que a captação de novos leads.

Custo de Aquisição por Cliente: O CAC é uma métrica essencial para empresas que desejam manter um crescimento saudável. Para um ROI mais condizente com a realidade do seu negócio, você precisa saber o seu CAC x LTV.

Número de Visitantes: esse dado mostra quantos visitantes o seu site teve, independente de quantas vezes ele retornou para a sua página. Ou seja, ele consegue calcular quantas novas pessoas fizeram contato com o seu conteúdo. Ele é importante porque mostra se você consegue manter a sua audiência renovada e seu funil movimentado. Por isso, mantenha sempre um equilíbrio entre novos visitantes e visitantes retornantes.

Quer saber mais sobre marketing digital? Entre em contato com os nossos especialistas e agende uma reunião.